Trabalhadores dos Correios aceitam proposta do TST e voltam ao trabalho segunda-feira (9)

As entidades representantes dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) informaram nesta sexta-feira ao vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Emmanoel Pereira, que as assembleias da categoria aceitaram a proposta apresentada por ele na quarta-feira (4) para encerrar o impasse que deu origem à greve, deflagrada no dia 20/9. Os trabalhadores devem retornar ao trabalho a partir de segunda-feira (9) e, na terça-feira, o acordo deve ser homologado no TST. “É a vitória do equilíbrio, da boa vontade e da boa-fé”, afirmou o vice-presidente, que vem há meses negociando com a categoria e a ECT.

Um dos principais pontos da proposta é o reajuste salarial de 2,07%, equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apurado nos 12 meses anteriores a julho. O aumento, retroativo a agosto, deve ser pago nas folhas de outubro e novembro. Dos dias não trabalhados em função da greve, oito serão compensados. Um aspecto bastante enfatizado pelo vice-presidente é a manutenção das cláusulas sociais do acordo coletivo anterior. A questão relativa ao plano de saúde permanecerá em processo de mediação no TST.

Fonte: TST

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

No Facebook

No Twitter

No Youtube

Filiada à

CNTI

Top